segunda-feira, 19 de novembro de 2012

holocausto

Holocausto Lv.1 O que é holocausto? Segundo o dicionário de Villa Scuain, holocausto é uma palavra do original hebraico Olah que significa fazer ou ascender, também se traduz a transcrição do hebraico na LXX pelo termino grego Holokautos que denota queimar totalmente. Então, holocaustos é queimar totalmente a vitima como oferta, depois de haver imposto as mãos sobre ela e degola-la. Segundo a lei do cerimonial de Israel o holocausto era realizado 2 vezes por dia durante todo o ano, logo podemos compreender que não dependia das festas para o holocausto. Holocausto é uma palavra que nos remete ao tempo da antiga Aliança feita por Deus com Moisés e com o povo de Israel no Antigo Testamento. Dessa aliança sugiram diversas leis dadas por Deus para que o povo fosse santo. Várias dessas leis falavam acerca de sacrifícios de animais ordenados por Deus para fins específicos (para perdão de pecados, para gratidão, para purificação, etc.). Naquela época, por exemplo, Deus ordena que se sacrifiquem animais pelo pecado do ser humano; esses animais seriam substitutos do ser humano e, assim, ele seria perdoado. Holocausto significa oferta consagrada por completo ao Senhor Deus, dedicado por inteiro a Deus, também é um tipo de Cristo. Nada dele se comia - o fogo o por inteiro. O adorador trazia o animal (um touro , cordeiro, cabra , pombo, ou rola, - de acordo com as condições do adorador) para a porta do tabernáculo . (Lv.1:3; Lv.1:4-9); Ele mesmo sacrificaria o animal, ele colocaria as mãos na cabeça do animal e ao colocar as mãos estava se identificando com aquele animal transferindo todas as suas culpas ao animal O animal devia ser sem defeito. O adorador então colocava as mãos dele na cabeça do animal, e em consciência que este animal inocente estava sendo reputado por pecador, ele buscaria o Senhor para perdão, e então mataria o animal imediatamente. O animal inteiro seria sacrificado só era retirado o couro do animal (Lv.1:4-9) Depois, na história de Israel haviam ofertas queimadas feitas duas vezes por dia, uma pela manhã e uma ao entardecer (quando aparecia a primeira estrela: Num 28:3-4 "E dir-lhes-ás: Esta é a oferta queimada que oferecereis ao SENHOR: dois cordeiros de um ano, sem defeito, cada dia, em contínuo holocausto; Um cordeiro sacrificará pela manhã, e o outro cordeiro sacrificará à tarde; " É preciso separar neste caso os atributos do adorador e também do sacerdote, serviços diferentes, ações diferentes resultados diferentes. A oferta queimada era realizada para reconciliação dos pecados do povo contra o Senhor, e era uma dedicação que se oferece continuamente de vida de muitos diante do Senhor. As ofertas simbolizavam a Jesus Cristo. Os três tipos de holocausto oferecidos aqui no texto de Levitico 1, era devido a economia do ofertante, o que tinha economia maior deveria oferecer o Boi, o que tinha menor economia oferecia o carneiro, é interessante que esta medida econômica não era voluntária e sim determinada pelo sacerdote encarregado de fiscalizar a casa, sitio ou fazenda do irmão. 1 – Holocausto sendo Gado: era chamado de oferta de holocausto, pois era exigido que o animal fosse completamente consumido pelo fogo, exceto o couro do animal, este couro era destinado ao sacerdote. O animal não poderia ter nenhum tipo de defeito, era função do sacerdote inspecionar o animal, usando assim um método utilizado pelos egípcios nos seus sacrifícios, que requeria que todos os animais inspecionados tivessem algum tipo de certificado de inspeção, preso entre os chifres e selado com cera. Exigia-se um animal sem defeito por ser o mais precioso de todo o rebanho. No versículo 3 nos diz que trariam o animal à entrada à porta perante o Senhor, esta entrada para o átrio ficava o altar do holocausto, posicionava o ofertante ao lado do local do holocausto, a presença de Deus na nuvem repousava sobre o propiciatório da arca no Santo dos Santos dentro do Tabernáculo, o sacrifício era levado para Deus e oferecido perante ele, e não perante o homem. No versículo 4 orienta que o homem colocaria as mãos sobre o animal um gesto simbólico representando a transferência de pecado, possivelmente era feita uma oração de arrependimento e de súplica. O significado do holocausto era basicamente dois: Primeiro Em Favor Dele: o holocausto seria favorável ao ofertante, isto quer dizer que a oferta apesar de caríssima, ela traria imediatamente o resultado esperado. Segundo para Expiação: Expiação significa cobertura, isto quer dizer que o próximo ano, não haveria acusação de pecados, pois o homem através do Holocausto estaria coberto, isto é, protegido. No versículo 5 nos diz: que o sacerdote asperge o sangue mais é o dono do animal quem mata o animal, isto significa que o israelita comum era quem matava seu próprio animal. 2 – Holocausto sendo carneiros ou cabritos: os sacrifícios eram feitos basicamente iguais: 2.1 Valor econômico determinado pelo sacerdote 2.2 lado norte o tabernáculo: significa o lado do rei 3 – Holocausto de aves: Igual que os demais sacrifícios era levado em conta a economia do ofertante, este foi o sacrifício que Maria e José ofereceram após o nascimento de Jesus para a purificação (Lc.2:22-24) Diferentemente dos animais, no caso das aves era o próprio sacerdote que matava o animal e não o ofertante, quando o sacerdote derramava o sangue da ave, ele deveria apertar a ave contra as paredes para que todo o sangue saísse, pois a quantidade de sangue da ave não era suficiente para o sacrifício. No texto ainda encontramos que o papo do animal era retirado, o que representa sujeira, ou seja, nada de sujo deve ser oferecido a Deus. Romper as asas sem separa-las representava que o sacrifício era bom mais ainda imperfeito, faltava algo inexplicável, simbolizando que após as aves, viria o cordeiro que tira o pecado do mundo Concluindo: o holocausto tanto de animais como de aves representa o sacrifício de Jesus o Cristo no calvário.

Nenhum comentário: